Inspiração urbana

O skyline geométrico da cidade de São Paulo inspirou estilista portuguesa a elaborar a primeira coleção da FAD, de acessórios contemporâneos de couro

Brasil Econômico - por Flávia Galembeck |

Brasil Econômico

Andando pelas ruas de São Paulo, cidade que há três anos ela chama de lar, a estilista portuguesa Diana Risso-Gill encontrou a inspiração para desenvolver a coleção de bolsas e acessórios em couro da grife FAD, palavra que em inglês significa tendência.

Apaixonada pelas linhas retas e formas geométricas da metrópole, ela, que assinava os acessórios da marca Garoa, resolveu unir a modernidade atemporal dos elementos gráficos à técnica artesanal da serigrafia, buscando pequenos ateliês que se dedicam a essa técnica, que vem perdendo espaço para a estamparia digital. “Eu queria criar algo que fosse bem marcante, que as pessoas olhassem e reconhecessem”, afirma Diana. A empresária não se inspirou em nenhuma grife de acessórios para criar a sua marca, mas buscou a mesma identificação imediata dos vestidos da estilista carioca, radicada em Londres, Daniella Helayel, da Issa.

Divulgação
Artigos da primeira coleção da FAD, de Diana Risso-Gill

Com design clássico e pegada contemporânea, cada bolsa leva 20 dias para ficar pronta. São 18 modelos. Entre os produtos, capa para iPad, porta-cartões, porta-papeis, nécessaires, bolsas para o dia a dia e para a noite, clutches (bolsas de mão) e maletas para viagens. Os preços variam de em média R$ 100 (porta cartões) a R$ 850 (bolsas de viagem). As bolsas médias custam a partir de R$ 580.

De amanhã a quinta, a FAD estará expondo na Galeria Showroom, em um evento que reúne fornecedores de acessórios no Shopping JK Iguatemi, São Paulo.

Em setembro, a marca estreia seu site, o www.faddesign.com.br . Lá, os clientes poderão customizar os produtos com as iniciais do nome, além de escolher cores e estampas.

A estilista já trabalhou com a manufatura de acessórios em Hong Kong, na China, e também na Índia, mas resolveu manter a produção da FAD no Brasil. Ela também já teve uma marca de roupas, a Risso-Gill, que era vendida na Itália e em Portugal. Agora esse background chega para as consumidoras brasileiras.

    Leia tudo sobre: bolsafadDiana Risso-Gillacessórios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG