Publicidade
Publicidade - Super banner
Dicas de Moda
enhanced by Google

Como cuidar das roupas de couro?

Especialista em conservação ensina a manter as peças de couro e camurça em bom estado. Em caso de manchas, procure a lavanderia

Deborah Bresser, iG São Paulo

Arquivo Pessoal
A calça de couro estava cheia de mofo. O trabalho de recuperação deixou a peça como nova

Friozinho batendo lá fora, é hora de resgatar os casacos mais pesados e poderosos do fundo do armário. As jaquetas e roupas de couro e camurça, boas para um aquecimento imediato, resistem aos modismos, mas padecem com os maus tratos. Conservar as peças exige cuidados e, como nem todo mundo sabe como proceder, o resultado são manchas, mofo e, nos casos mais graves, a aposentadoria compulsória da roupa.

“Limpezas convencionais, domésticas ou por lavanderias não especializadas podem danificar a peça irreversivelmente, com ressecamento, endurecimento, encolhimento e desbotamento”, explica Maria Alzira Linares, diretora executiva da Lavasecco , rede de lavanderias que oferece um serviço especial para cuidar de couro.

A pele animal fresca contém cerca de 75% de umidade, sendo altamente perecível e suscetível a ataques de bactérias que a destroem. O processo de torná-la uma matéria-prima para confecção de vestuário, calçados e outros fins consiste em 'curtir' a pele. A limpeza com água vai fazer o caminho inverso do tratamento do curtume, umedecendo a pele e liberando o processo de deterioração por meio da proliferação dos fungos e bactérias.

O couro é uma matéria animal, mesmo que tenha sido tratado para utilização na moda. Por isso, o processo de recuperação de uma peça que tenha sido danificada é diferente do realizado com as roupas. É preciso tratar como matéria orgânica, em um verdadeiro SPA do couro. “O técnico passa um produto para abrir os poros, outro produto para arrastar as impurezas, isso vai revitalizar a cor e ainda há uma hidratação final, que vai depender do tipo de acabamento, se mais brilhante ou aveludado. couro que tem aquele acabamento mais brilhante, não é o toque aveludado”, explica a especialista. Normalmente, a recuperação de uma roupa de couro demora em torno de uma semana.


Em caso de aparecimento de manchas, o ideal é levar a roupa para a lavanderia o mais rapidamente possível e jamais tentar removê-las por conta própria. “Quando já estão mofadas não tem recurso, tem de levar pra lavanderia. Exceto se já houve oxidação, manchas marrons ou amareladas, é possível salvar com esse processo de limpeza, que utiliza óleos, detergentes minerais e orgânicos”, diz Maria Alzira. O trabalho é artesanal, as peças são cuidadas uma a uma. Para recuperar um jaqueta de couro, por exemplo, o investimento é entre R$ 60 e R$ 80. Como um bom casaco de couro custa caro, na faixa de R$ 2 mil, R$ 2,5 mil, vale a pena investir na conservação.

Depois de recuperada a peça, a primeira providência é não deixar dentro de nenhum plástico. “É um veneno! O plástico não deixa o couro respirar e incentiva a formação de microorganismos. Esse conselho serve para as roupas também”, explica. A sugestão de Maria Alzira são as capas de TNT, um tecido furadinho tipo Perfex. Guardar as roupas de couro em cabide especial, anatômico, é outra dica. “Se for fininho vai marcar”, diz.

Pelo menos duas a três vezes por ano, a peça deve ser tirada do closet e colocada para ventilar, sem sol, sem vento. “Com esses cuidados, há grandes chances de chegar à próxima estação sem nenhum dano.”

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG