Publicidade
Publicidade - Super banner
Dicas de Moda
enhanced by Google
 

Sem terno, mas elegante: como enfrentar o desafio do casual day

A maior cilada fashion para o público masculino é a roupa casual. Confira as dicas práticas para montar um guarda-roupa básico

Deborah Bresser |

Getty Images
Nas passarelas, muitas ideias novas para a moda masculina. Na vida real, pouca ousadia

 

 

O obrigatório ritual de abrir o guarda-roupa, todos os dias de manhã, e escolher algo confortável para transitar pelo mundo, ganha contornos de pesadelo se você é homem. Presssionados pela profissão, pela idade, pela silhueta, ou por todas as alternativas anteriores, os homens estão criando coragem de, pelo menos, pedir ajuda. "Estou com intensa dificuldade de me vestir", dizia, por exemplo, um email de um leitor do iG Moda, em tom de suplício. A maior cilada fashion é a roupa casual. Médicos que não usam mais jalecos, advogados liberados do uso do terno, ou mesmo jovens criados sob a ditadura do jeans e camiseta, mais dia, menos dia, sucumbem ao pânico de combinar calça, camisa, cinto e sapato. Rapazes, muita calma nesta hora.

Trocar a camisa social pela pólo, o costume pelo jeans e blazer, os sapatos sociais com meia pelos docksiders e tênis esportivos implica um exercício de autoconhecimento, até porque pode virar um desastre. "Usava calça social com camisa pólo e um sapato de bico fino, ou jeans com tênis e algumas vezes com sapatos de bico quadrado, ou seja, saía de casa horroroso", descreveu um dos leitores que solicitou consultoria. Pois aquilo que a imprensa feminina levou anos doutrinando as mulheres, dizendo que que elas deveriam buscar um estilo próprio, que precisavam aprender a conhecer o próprio corpo para valorizar o que têm de melhor e tinham de descobrir no espelho o melhor aliado, agora pode servir de mantra para o público masculino.

Primeira dica: a roupa casual com a qual você vai para o trabalho não pode ser a mesma que você utiliza nos finais de semana, para atividades de lazer, muito menos aquela bermuda largada e a camiseta do time de futebol com as quais você acompanha os gols da rodada no domingo. Informalidade é uma coisa. Descuido é outra.

Getty Images
Você não precisa ser nenhum George Clooney para ficar impecável de roupa formal
Antes de sair para o escritório, cheque sua agenda de compromissos. Nada é mais constrangedor do que você ter uma reunião formal e chegar sem terno e gravata. Você ficará desconfortável, e quem o receber, também. O casual day pode valer na empresa onde você está, mas não na do vizinho.

Por isso, é sempre bom manter pelo menos um costume no armário (costume é o nome oficial para o que o público em geral chama de terno. O terno, como o nome indica, tem três itens: o paletó, a calça e o colete). Tenha um clássico azul marinho, do qual o paletó ainda pode servir como blazer com outras cores de calças, como cinza, bege, cáqui, e até com jeans. Nos pés, atenção.Para roupas formais, use apenas meias pretas e marrons, com sapatos pretos ou marrons e cintos idem, de couro.

Gravatas costumam ser o respiro para quem vive embalado em roupa social. Quem trabalha todo dia de terno e gravata pode deixar a pitada de cor para o acessório, sem exageros. Nada de personagens de desenhos animados, flores ou furtas, certo? Para quem precisa só ter uma ou duas gravatas, só para essas reuniões formais, o ideal é apostar nas clássicas de listras diagonais em tons escuros.

O dress code informal para o trabalho exige um bocado mais de criatividade. Em alguns itens, basta o básico, como um cinto de lona, que pode ser bege ou cáqui. Nos pés, o sapato mocassim sem cadarço transita com elegância nos cenários casuais. Tênis não trabalham. São calçados para momentos de formalidade zero, como churrasco com os amigos, caminhada à beira mar, ou para a prática de esportes.

Getty Images
Calça de alfaiataria, camisa listrada e cinto de couro: elegância casual
Vestir-se é um jogo de probabilidades. No caso dos homens, calças e camisas são as peças fundamentais desse quebra-cabeça fashion. O figurino casual essencial exige a presença de calças de alfaiataria no armário, que podem ser de sarja, gabardine ou lã fria, em cores como marinho, cinza e cáqui. Para os jeans, os retos, five pockets, em lavagens sem grandes invenções, são os mais indicados. Calça caindo, cueca aparecendo, jeans rasgados ou ajustados demais, não cabem no escritório.

Para combinar, tenha camisas, que podem ser brancas, azuis, de jeans, listradas ou xadrezes, de preferência de algodão. A menos que você trabalha em um ambiente realmente informal, camisetas devem ser evitadas. A opção mais indicada são as camisas pólo, que equilibram informalidade e sofisticação. Valem as mais comportadas e também as mais divertidas, verde, lilás ou rosa.

Complete seu kit de sobrevivência casual com pelo menos uma jaqueta leve para o verão e uma de couro para o inverno. Uma malha de cashmere de decote V pode aquecer tanto um look despojado como cobrir uma camisa com gravata. Invista em um bom relógio, em uma boa carteira e dispense as pochetes. Bolsas carteiro, mochilas ou pastas executivas circulam melhor com os rapazes do que as pequenas e indesejáveis bolsinhas de cintura.

 

 

Leia tudo sobre: moda casualhomens

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG