Publicidade
Publicidade - Super banner
Moda No Mundo
enhanced by Google
 

Fashion Weekend Plus Size apresenta de biquíni a moda festa GG

Evento do mercado plus size teve atrizes na passarela, como Suzy Rêgo, Cris Nicolloti e Flavia Guerra, e coleções rejuvenescidas

Deborah Bresser |

Claudio Augusto
Suzy Rêgo faz performance na passarela do Fashion Weekend Plus Size
O mercado de moda plus size está de cara nova, já que o corpinho, bem, continua o mesmo: roliço, cheio de curvas, e repleto de orgulho disso. Impulsionados pela pressão da clientela, os fabricantes sentiram a urgência de rejuvenescer suas coleções, sempre acusadas de deixar qualquer adolescente com jeito de vovó. Na 4a edição do Fashion Weekend Plus Size, realizado na noite de sábado (16/7), no Shopping Frei Caneca, em São Paulo, deu para notar uma preocupação real com conforto, modelagem e moda. O evento contou com desfile – que teve participação especialíssima de Suzy Rêgo, além das também atrizes Cris Nicolotti e Flavia Guedes – e um salão de negócios.

Na passarela, fica claro que para fazer moda para plus size não basta ampliar a grade ( veja a galeria com os looks do desfile ).GG é coisa séria, exige estudos diferenciados de construção das peças, e não há mais nenhuma gordinha no mundo disposta a sair por aí de camisetão e moletom. As grifes participantes parecem dispostas a oferecer produtos pensados para as grandes mulheres. De lingerie a biquíni, passando por jeans e roupas de festa, não faltou nada para que a clientela plus size possa se abastecer no verão. A malha ainda é a matéria-prima primordial do mercado GG, mas as leggigns e as camisetas estão mais delineadas do que costumavam ser.  “Não basta ter tamanho jovem. A cliente pede modelagem e quer um apelo jovem”, confirma Johnny Gaulke, gerente de marketing da Cativa, malharia que há cinco temporadas lançou a Cativa Mais, que vai do 44 ao 60, e vende em multimarcas no país inteiro.

A Milanina trabalha com franquias, além de duas lojas próprias, e depois de 11 anos de mercado decidiu focar nas gordinhas. Os 70% que o plus size representava na produção não estava dando conta de abastecer os pedidos. Hoje, a marca é 100% dedicada ao GG. Crescimento semelhante vem registrando a marca de moda praia Aquarosa. Com 15 anos de atuação, há cinco passou a fazer peças plus size. “O pessoal reclamava que só tinha aqueles maiôs de avó”, diz João Macedo, diretor da empresa. Oferecer a esse público uma moda praia pensada para ele deu resultado: a produção GG já representa 50% do total da Aquarosa.

Iveraldo Carlos Machado, proprietário da Exuberance, que atua no segmento há 12 anos, e há cinco lançou sua marca, é testemunha de quanto o mercado mudou. “Você vai vender roupa de gordo? Tu é louco!, era o que eu ouvia”, conta o empresário. Atualmente, o lojista pede para ter peças tamanho 48, 50, 52. “Mudou muito e as peças também evoluíram”, constata.

Os jeans, por exemplo.

Desfilando pela Dardak, Suzy Rêgo deu um show de simpatia e elegância. Perto do casting do Fashion  Weekend Plus Size, a atriz – que diz estar 10 quilos acima do seu peso -, é magrinha. Mas todas, independentemente da circunferência, caem bem nas calças, nitidamente pensadas para elas. E tem de tudo, hein, skinny, boyfriend, cintura alta, para escolher. 

Bruno Zanardo/Fotoarena
A La Mafê, de Mariana Gandolfo Varuzzi, levou à passarela as atrizes Flavia Guedes e Cris Nicolotti
Para a La Mafê, quem desfilou foram as atrizes Cris Nicolloti, que vive a professora Vera no seriado “Malhação”, e Flávia Guedes, que interpretou a doméstica carismática Aspásia, na trama global “Araguaia”. Para Mariana Gandolfo Varuzzi, que criou a marca há pouco mais de um ano, o importante no mercado plus size é oferecer modelagem adequada e novidades. Ela, que já vende seu produto em 50 multimarcas no Brasil, e em três lojas for a (em Portugal, Espanha e no Japão), sabe que está no caminho certo.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG