Publicidade
Publicidade - Super banner
Moda No Mundo
enhanced by Google
 

Loja Christian Louboutin no Brasil faz dois anos

Saiba mais sobre a grife dos sapatos-desejo de sola vermelha, que vai abrir a segunda loja no País ainda neste semestre

Alline Cury e Andressa Zanandrea |

Getty Images
Christian Louboutin e suas criações

Solas vermelhas, saltos altíssimos e materiais de qualidade são a fórmula de sucesso usada pelo designer de sapatos francês Christian Louboutin para causar desejo entre as mulheres. As criações dele têm conquistado cada vez mais fashionistas famosas e anônimas em todo o mundo e, ainda neste semestre, estarão disponíveis em mais um ponto-de-venda no Brasil. Além da loja do Shopping Iguatemi São Paulo, que completa dois anos nesta semana e teve desempenho acima das expectativas da matriz francesa, será inaugurada outra no Iguatemi Brasília, que, como a unidade paulistana, concentra lojas de luxo. 

Os sapatos são desenhados no ateliê do designer em Paris e feitos na Itália. Atualmente, os modelos mais desejados na França, e que prometem emplacar também por aqui, são os sapatos e sandálias de cor nude, os modelos supercoloridos, que ficam bem pra tendência color blocking, e as gladiadoras. Por lá, os preços variam entre 335 euros - uma sapatilha - e 4195 euros - o modelo Daffodile, o mais alto de todos, com saltos de 16 centímetros, com aplicações de cristais Swarovski.

No Brasil, os modelos custam a partir de R$ 2 mil, valor referente ao Simple Pump, o scarpin com salto de 10 centímetros - que é o modelo mais vendido da marca (na Europa, ele custa 390 euros). Apesar do preço dez vezes maior que o de um sapato comum, o pagamento facilitado, uma singularidade do mercado de luxo brasileiro, atrai as consumidoras. As compras podem ser pagas em três vezes e o valor pode ser dividido em cinco parcelas caso ultrapasse R$ 5 mil - alguns modelos podem custar mais de R$ 10 mil.

A grife lança a mesma coleção ao mesmo tempo em todo o mundo. Assim, os pares que estão disponíveis na França também estão nas vitrines de São Paulo. Isso possibilita que as fashionistas que não vão viajar possam comprar os modelos que são sucesso na Europa na mesma temporada, e não com atraso. No dia da inauguração da loja paulistana, várias pessoas ligaram para reservar pedidos. Em um mês, o estoque acabou.

Na loja de São Paulo, algumas pessoas compram apenas um par, mas há aquelas que levam vários. Além das clientes paulistanas, há as de outros Estados, como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, que costumam aproveitar para levar mais de um modelo. A loja conta, ainda, com um serviço exclusivo para clientes VIP - entre elas, a apresentadora Adriane Galisteu - bem usual entre as lojas de luxo: é possível escolher alguns pares, pelo site da marca, e pedir para prová-los em casa.

História da marca
Aos 15 anos, Christian Louboutin começou a criar sapatos para dançarinas. Na década de 1980, criou modelos para Christian Dior, Chanel e Yves Saint Laurent, mas desistiu da carreira e decidiu se tornar paisagista e colaborador da Vogue. Ele sentiu falta de desenhar sapatos e, anos mais tarde, se associou a amigos e abriu a primeira loja em 1992, na França. Atualmente, são 35 lojas próprias, em lugares como Paris, Londres, Nova York, Los Angeles, Moscou, Cingapura, Hong Kong, Dubai, Jacarta e Austrália. A grife pode ser encontrada em 46 países, em lojas multimarcas.

Confira no vídeo abaixo a visita da colunista Alline Cury à primeira loja de Christian Louboutin, em Paris:

Leia tudo sobre: christian louboutinsapatos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG