Moda No Mundo

enhanced by Google
 

SPFW: Reinaldo Lourenço abre o segundo dia com bordados incríveis

Coleção de inverno 2011 de Reinaldo Lourenço elege a alfaiataria e pérolas como caminhos para a temporada

Deborah Bresser | 29/01/2011 15:23

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-

Veja o desfile de Reinaldo Lourenço

Reinaldo Lourenço abriu o dia na SPFW levando os fashionistas novamente aos salões da FAAP, em Higienópolis e, mais uma vez, valeu o passeio. A coleção 2011 do estilista é uma das mais consistentes que ele já fez, e vem amarrada e perfeita do começo ao fim. Até as estampas de boca, que anunciavam um começo esquisito, casaram bem com a silhueta mais armada. A sisudez das formas foram quebradas pelo desenho. Os ombros vieram bem marcados, em capas e pelerines com mistura de lã e couro.

A mão do estilista começou a aparecer nos vestidos tubulares, construídos com pequenos filetes de couro sobre a organza. Babados ao redor de profundos decotes V exibiam a técnica apurada de Reinaldo. O andar fica milimétrico, mas o resultado é incrível. A novidade fica por conta dos coletes, na verdade um exercício sobre mantas de sacerdotes, que pendem na frente do corpo e deixam as costas à mostra, algumas vezes presas por uma pequena faixa, como suspensório.

modelagem apareceu sobre várias estruturas, no couro, na lã, e em incríveis propostas de bordados. Primeiro vieram as pérolas negras, pequenas, salpicadas em longos retos e suficientes. O simples basta. Em seguida, vieram as pérolas brancas, em um nítido árduo trabalho manual. Segundo consta, foram 15 peças que levaram 5 mil horas para ficar prontas. Uma coleção construída com talento, mas que certamente deverá ganhar alternativas comerciais mais viáveis. Os bordados manuais devem ter preços impraticáveis na vida real, mas que são lindos, ah... isso são. Palmas para Reinaldo Lorenço.

    BUSCA DE DESFILES

    Ver de novo